sexta-feira, 22 de maio de 2009

VIVA A MATA

Entre os dias 22 e 24 de maio, das 9h às 18h, a Fundação SOS Mata Atlântica
realiza a quinta edição do Viva a Mata - mostra de iniciativas e projetos em
prol da Mata Atlântica, aberto ao público no Parque Ibirapuera, em São Paulo.
O evento conta com uma ampla programação gratuita: palestras, debates,
exposições, oficinas, peças de teatro, entre outras manifestações artísticas.
Veja a programação, aqui!

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Maria Avila de Jacareí - SP

Artista residente no Mirante do Vale,
Jacareí, Estado de São Paulo, Brasil!
Por ela: "Meu trabalho sempre foi
figurativo, motivado pelo desenho e
pelas sinuosas montanhas de Minas Gerais.
Mas não posso negar que o apêlo interior
tem me levado a trabalhos não figurativos
também. Todos nós precisamos de uma paixão,
e eu sempre tive algumas: cores, pintura +
paleta, pincéis e.... liberdade. Não consigo
ver o mundo em preto e branco. Côr é como o
sorriso numa face: traz alegria e encanta
os olhos de quem vê".


Site Oficial, aqui!

terça-feira, 19 de maio de 2009

Pele Verde

“A vida na floresta contada por quem vive nela”,
esse é o slogan do Pele Verde, documentário
dividido em 10 episódios dirigido pelo cineasta
Jorge Bodanzky. Cada episódio, filmado pelos
habitantes locais, conta a vida e a cultura de
comunidades das unidades de conservação florestal
no Amazonas. Catuá-Ipixuna, Mamirauá, Uatumã
e Uacari, comunidades abordadas no documentário, são apenas algumas das reservas ambientais do Amazonas que tem o rio como único acesso. O projeto deu oportunidade às pessoas da região, que nunca estiveram em contato com câmeras ou tecnologia, contarem as suas próprias histórias.
Nativos da Amazônia falam sobre os seus hábitos e como a consciência sobre sustentabilidade entrou em
suas vidas.
Episódios, aqui!

segunda-feira, 18 de maio de 2009

“São Paulo - Visões da Cidade Fragmentada”

Yuri Bittar, reuniu 15 imagens em preto-e-branco, tiradas em diversas caminhadas, em dias diferentes,
com diversos tipos de câmeras e com um olhar crítico, para descobrir “O que é ser São Paulo”.
Essas imagens nos obrigam a olhar a realidade ou
a fugir dela. Fotógrafo há 12 anos, hora amador,
hora profissional, além de historiador e designer,
Yuri já atuou como fotógrafo de produtos
e eventos, mas na fotografia como arte e reflexão
é que se encontrou e desenvolveu seu trabalho mais relevante.

De 11/05/2009 até 12/06/2009 das 08:00 até 19:00 hs
Saguão da Reitoria da UNESP - Centro de São Paulo
Mais sobre ele, aqui!